Blog

Matriz SWOT: Saiba como aplicá-la na sua empresa

Nem todos os profissionais entendem a importância de traçar objetivos claros nos trabalhos que desenvolvem. É preciso estar acostumado a lidar com metas e indicadores para pensar em projetos de médio e longo prazo. Se você se enquadra neste perfil, o assunto de hoje é fundamental para melhorar o desempenho de seus procedimentos.

A seguir, vamos falar sobre um dos métodos mais utilizados no mundo para facilitar a formulação de estratégias em organizações empresariais, principalmente as de grande porte. É a matriz SWOT. Continue acompanhando e conheça todas as etapas que compõem a matriz e quais são as ferramentas necessárias para o seu desenvolvimento.

Matriz SWOT ou método FOFA

A matriz SWOT é uma metodologia utilizada para formular estratégias a serem implementadas nas organizações. O nome é derivado das iniciais de quatro palavras em inglês: Strenghts (forças), Weaknesses (fraquezas), Opportunities (oportunidades) e Threats (ameaças). Em português, esta metodologia é conhecida como FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças).

Para visualizar uma matriz SWOT, basta pensar em um quadrado dividido em quatro partes iguais, sendo que cada uma delas será preenchida com uma das letras que compõem a sigla. No primeiro quadrante superior à esquerda fica a letra S, tendo a letra W logo ao lado, à direita. Na linha inferior, o quadrante abaixo do S é preenchido com a letra O. Finalmente, ao lado do O e embaixo do W fica a letra T.

As etapas da matriz SWOT

A Strenghts (forças) são os elementos já implementados, que são considerados os mais positivos do seu empreendimento. Pode ser o público-alvo, o preço praticado, o marketing da companhia ou a capacidade técnica dos próprios colaboradores.

Weaknesses (fraquezas) são os fatores administrados dentro da organização, mas que são considerados problemáticos, com características que dificultam a realização das metas estabelecidas.

Opportunities (oportunidades) são aqueles aspectos que também são considerados positivos para sua organização, mas no âmbito externo. São possibilidades que podem afetar o negócio para o bem, como um avanço tecnológico, por exemplo.

Threats (ameaças) aqui as situações igualmente tratam de fatores externos, entretanto com a possibilidade de afetar o negócio de maneira negativa. Podemos citar como exemplos as mudanças regulatórias, a alteração na postura dos concorrentes ou mesmo catástrofes naturais.

Planejamento da matriz

Se o objetivo estratégico da aplicação da matriz SWOT for a divisão entre os públicos interno e externo, é possível usar em cada linha separadamente. As forças e as fraquezas são etapas voltadas para o âmbito interno, na primeira linha, enquanto as oportunidades e ameaças, que se referem aos setores externos, ficam na linha abaixo.

As metas da matriz podem ser desmembradas ainda pelas colunas. As siglas do lado esquerdo mostram os pontos fortes a serem explorados: forças e oportunidades. Já as do lado direito evidenciam os riscos que podem atrapalhar os objetivos: fraquezas e ameaças.

Implementação da matriz SWOT

Implementar o método SWOT consiste na apuração da maior quantidade possível de itens para cada um dos quadrantes da matriz. Para facilitar esta tarefa, existem softwares especializados que funcionam como ferramentas para o desenvolvimento deste processo em sua empresa. Um bom aplicativo pode apresentar diferentes gráficos e dados de modo a embasar o trabalho dos gerentes no momento de tomar as decisões mais importantes para o negócio.

E então, preparado para o desafio de montar a matriz SWOT? Ainda tem alguma dúvida sobre o método? Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer Saber tudo Sobre o Mundo do BI? Cadastre-se abaixo e receba os melhores conteúdos sobre Business Intelligence.